segunda-feira, 13 de maio de 2013

A Liberdade de Expressão dos Revolucionários Preguiçosos


Eu precisava ler esse texto há, exatamente, um ano atrás. Assim que eu comecei a usar efetivamente o facebook, eu só sabia reclamar e faço isso até hoje. Era revoltado com a política, com o mundo, com a vida, com tudo. Mas nada é o que parece.
                O quê que tá acontecendo nos dias de hoje é que o povo acha que mostrar sua indignação em rede social ou em reunião em barzinho é uma forma de protesto. Eu não acho. Essa semana o que tinha de pessoas revoltadas e a favor da menoridade penal era absurda. Legal, mas não justifica ficar martelando no assunto dia após dia. Aí acham que a liberdade de expressão é fazer manifestações em compartilhamento de páginas de manifestações feitas no paint.
                E o quê que isso tem a ver com minha história? Então, ano passado eu era bastante revoltado e adorava compartilhar essas coisas. Vivia postando textos maravilhosos contra o governo, usando minha liberdade de expressão pra mostrar meu ponto de vista sempre que possível. Só que eu dirigia bêbado. Usava o passe estudantil pra ir trabalhar. Não respeitava assento preferencial.Não pago pagava minhas dívidas Parece coisa simples, mas como é que eu posso cobrar algo do governo se nem eu faço a minha parte? Não dá pra cobrar uma pista digna se você tá com o IPVA atrasado.
                Então galera, vamos agir. Se for pra usar a liberdade de expressão pra Revolucionar, que seja pra divulgar passeatas, manifestações e apedrejamento do congresso. Seja você a diferença que você quer ver no governo. E, se você quer ver o mundo organizado, pode começar pelo se quarto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário